PF deflagra Operação Protetor contra abuso sexual de crianças

Entre as vítimas, estão bebês com 4 meses e crianças de 8 anos.

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira, 30, a Operação Protetor. A ação combate o abuso sexual contra crianças e o compartilhamento na internet do material de registro desses abusos.

Em nota, a PF informou que estão sendo cumpridos oito mandados judiciais, sendo cinco de busca e apreensão, dois de prisão preventiva e um de prisão temporária, nos estados do Ceará, Maranhão e São Paulo.

A operação, realizada pela Superintendência do Estado do Acre, decorre de investigações iniciadas a partir de uma prisão realizada na cidade de Rio Branco. O investigado administrava uma rede de troca de mensagens, imagens e vídeos de conteúdo pornográfico infantil, na qual foi possível identificar outros abusadores em três Estados diferentes.

Entre as vítimas, estão bebês com 4 meses e crianças de 8 anos.

“As provas colhidas nessa fase serão importantes ainda para identificar outras crianças que sofreram abusos. Cada Estado acionará a rede de proteção à criança disponível para apoio às vítimas e familiares”, afirma a PF.

Entre o material apreendido estão smartphones, computadores, HDs, pen drives e cartões de memória que serão submetidos a exame pericial.


Aviso: Os comentários só podem ser feitos via Facebook e são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, sendo passível de retirada, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Tem uma sugestão de reportagem? Nos envie através do WhatsApp (19) 99861-7717.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT