PF faz operação em Campinas para combater crimes em agências da Caixa

O Código Penal prevê, ao autor do crime de peculato, pena de dois a 12 anos de reclusão, e multa

A Polícia Federal em Campinas (SP) fez nesta terça-feira (13) uma operação para combater crimes em agências da Caixa Econômica Federal. Segundo a corporação, um funcionário da instituição é investigado e houve cumprimento de um mandado de apreensão para busca de provas.

clique na imagem e saiba mais

A assessoria informou que o suspeito trabalhou em agências nas cidades de Serra Negra (SP), Bragança Paulista (SP) e teria praticado crime de peculato. Não houve prisão.

“Se locupletava de débitos em subcontas contábeis com destinação específica para pagamentos de tributos municipais e licença de funcionamento de unidade”, informa nota da PF.

A Polícia Federal em Campinas (SP) fez nesta terça-feira (13) uma operação para combater crimes em agências da Caixa Econômica Federal. Segundo a corporação, um funcionário da instituição é investigado e houve cumprimento de um mandado de apreensão para busca de provas.

A assessoria informou que o suspeito trabalhou em agências nas cidades de Serra Negra (SP), Bragança Paulista (SP) e teria praticado crime de peculato. Não houve prisão.

“Se locupletava de débitos em subcontas contábeis com destinação específica para pagamentos de tributos municipais e licença de funcionamento de unidade”, informa nota da PF.

O Código Penal prevê, ao autor do crime de peculato, pena de dois a 12 anos de reclusão, e multa.

.