Polícia Ambiental flagra extinção de vegetação em áreas consideradas de preservação permanente após denúncia em São João da Boa Vista, SP

Foi apreendido um trator de esteira com lâmina frontal, qual fora precariamente depositado ao proprietário dada a justificada impossibilidade de recolha.

Durante policiamento ambiental e decorrente de denúncia versando sobre desmatamento a equipe da Polícia Militar Ambiental, composta pelo cabo De Melo, cabo Maurício e soldado Belchior, procedeu fiscalização em um sítio pelo município de São João da Boa Vista (SP).

Pelo local constatou-se a extinção de vegetação em áreas consideradas de preservação permanente correspondentes a 1.4627 ha, sem necessária autorização do órgão ambiental e infringindo-se art. 43 da Res. SIMA-005/21 lavrando-se AIAs valorados em R$ 14.627,00. Providências penais serão adotadas sob art. 38 da LF 9.605/98.

Prosseguindo-se em fiscalização verificou-se extinção de vegetação em áreas comuns correspondentes a 0.6679 ha, também sem necessárias autorizações infringindo-se art. 49 da Res. SIMA-005/21 ao que lavrou-se AIAs valorados em R$ 7.346,90. Providências penais serão adotadas sob art. 38-A da LF 9.605/98.

Foi apreendido um trator de esteira com lâmina frontal, qual fora precariamente depositado ao proprietário dada a justificada impossibilidade de recolha.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT