Polícia Ambiental resgata aves mantidas irregularmente em cativeiro a aplica R$ 2,5 mil em multa na cidade de Mogi Mirim, SP

A ação foi em decorrência de apoio ao policiamento territórial.

Na tarde de sexta-feira (19), uma equipe da Polícia Militar Ambiental, composta pelo cabo Vanderlei e soldado Rodrigo, esteve na cidade de Mogi Mirim (SP), em apoio ao Policiamento Territorial, por conta da constatação da existência de cinco aves da fauna nativa brasileira, sendo dois coleirinho papa capim, um sabiá pardo, tico-tico e um periquitão maracanã, mantidas em cativeiro sem autorização de órgão ambiental competente.

Diante dos fatos, foi elaborado o respectivo Auto de Infração Ambiental no valor de R$ 2.500,00 por violação do artigo 25 parágrafo 3º inciso III da Resolução SIMA 005/21, sem prejuízo da apuração da responsabilidades penal nos termos do artigo 29 da Lei Federal 9605/98, com relação às aves foram reintroduzidas na natureza exceto o periquitão maracanã que ficou depositado aos cuidados da ONG “Amigos dos animais silvestres” no município de São João da Boa Vista (SP) até a deliberação do atendimento ambiental.

ÁGIL DPVAT

clique na imagem e saiba mais