Polícia Civil abre investigação sobre vídeo feito por empresário do interior de SP com ameaça ao ex-presidente Lula

Governador João Doria diz ter determinado imediata abertura de investigação. Ele recebeu uma carta denunciando o caso e procurou a presidente nacional do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann. 

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), determinou que a polícia investigue o empresário José Sabatini, morador em Artur Nogueira (SP), responsável por divulgar um vídeo (assista abaixo) fazendo ameaças de morte ao ex-presidente Lula.

Ele também telefonou para a presidente nacional do PT, a deputada federal Gleisi Hoffmann, para falar sobre o caso, após receber uma carta denunciando o vídeo. Em nota à imprensa, Doria disse que assistiu ao vídeo e que determinou a abertura imediata de uma investigação para apurar a procedência das ameaças.

“O governador determinou a imediata investigação policial junto ao autor do vídeo que atenta contra a segurança e a integridade física do ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva”, disse o Palácio dos Bandeirantes em nota.

As imagens foram divulgadas em redes sociais. No vídeo, ele aparece com uma camiseta do Brasil e a bandeira do país enrolada na cintura, com uma arma na mão. Ele faz disparos e, dirigindo-se a Lula, aponta para a arma e diz que o presidente “vai ter problema”.

Em nota a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP) afirmou que “a Polícia Civil do estado de São Paulo instaurou inquérito policial para apurar os fatos” e que o trabalho investigativo requer sigilo.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT