Polícia Civil começa a periciar carros retirados de lago em pedreira desativada no interior de SP

Treze carros e uma moto foram retirados de local após força-tarefa; nível da água baixou e revelou veículos abandonados. Polícia apura se local era usado para golpe em seguradoras.

A Polícia Civil começa nesta segunda-feira (28) a periciar os 13 carros e uma motocicleta que foram retirados do lago de uma pedreira desativada em Salto de Pirapora (SP). Até sexta-feira (25), três veículos que estavam emplacados tinham sido identificados e foi constatado de que teriam sido indenizados pela seguradora.

clique na imagem e saiba mais

O trabalho para remover os carros e a moto foi realizado na sexta-feira e contou com o apoio da Defesa Civil e de peritos da Polícia Científica. Outros dois carros devem ser removidos nos próximos dias.

Para a retirada dos veículos foram usados um barco e uma retroescavadeira, responsável por içar os veículos até a margem, que fica a 50 metros de altura. Segundo a delegada Fernanda Ueda, a polícia acredita que outros veículos ainda estejam no lago.

Encontro

Os carros apareceram quando o nível da água da antiga pedreira baixou devido à estiagem e também ao trabalho de captação para abastecimento de três cidades. Entre eles, alguns tinham placas de Sorocaba (SP), de Votorantim (SP) e também de Itaporanga (SP).

Uma das linhas de investigação tomada pela corporação é a de que os veículos estejam envolvidos em um esquema de golpe em seguradoras. Conforme apurado, há denúncias de que o local era usado para desovar esses veículos usados nos golpes. A área é particular e pertence a uma fábrica de cimentos da região. 

A Prefeitura de Salto de Pirapora informou que a Justiça determinou à fábrica dona da área o bloqueio e a proibição do acesso. A determinação veio depois que dois mergulhadores foram encontrados mortos dentro do lago em 2012.