Polícia Civil investiga estupro de moradora em situação de rua em barracão na cidade de Araras, SP

A vítima foi levada para atendimento no pronto-socorro do Hospital São Luíz.

O setor de inteligência da Polícia Civil, sob o comando do delegado Tabajara Zuliani dos Santos, segue investigando o caso de estupro ocorrido na manhã de sábado (4) na cidade de Araras (SP).

De acordo com informações, uma mulher em situação de rua procurou a sede da Guarda Civil Municipal, ela informou aos GCMs Jonas e Ana Paula onde relatou ter sido vítima de estupro por um indivíduo desconhecido.

Dormindo em um barracão

Segundo a vítima, ela estava dormindo em um barracão que encontra-se desativado próximo da sede, quando foi abordada por um indivíduo que se apoderou de uma faca que ela usa para sua proteção.

Após ameaça-la, o criminoso exigiu que ela fizesse sexo com ele mediante força física. A mulher acabou sofrendo a violência sexual sem esboçar nenhum tipo de reação com medo de ser morta, com a própria faca que seria para sua segurança.

Se evadiu tomando rumo desconheido

O indivíduo branco, aproximadamente 1.70m, trajando uma blusa de moletom com capuz vermelha, logo após praticar o estupro, se evadiu do local tomando rumo desconhecido.

A vítima foi levada para atendimento no pronto-socorro do Hospital São Luíz, posteriormente foi apresentada no plantão da Central de Polícia Judiciária para registro do fato. Sobre o caso, nossa reportagem falou com o GCM Jonas. Assista ao vídeo:

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT