Os animais foram encontrados em uma praça localizada próximo da EMEIEF “Padre Pedro Ângelo Longhi”.

A Polícia Civil de Araras (SP) através do Setor de Inteligência deu início nesta segunda-feira (10) as investigações para descobrir a autoria da matança de 10 pombos e um gato no bairro Center Martini, neste final de semana em Araras (SP). Os animais foram encontrados em uma praça localizada próximo da EMEIEF “Padre Pedro Ângelo Longhi”.

Outras mortes

No sábado, dia 09 de junho, seis gatos (3 machos e 3 fêmeas) e um pombo foram encontrados por populares mortos na região do bairro Center Martini.  A Secretaria Municipal de Serviço Públicos Urbanos e Rurais, por meio dos veterinários do Canil Municipal, realizou no domingo (10) a necropsia nos seis gatos.

De acordo com o médico veterinário Caio Kühl de Assis, no exame foi detectado hemorragia generalizada em todos os animais; e no interior do estômago apresentavam ração e fragmentos de “bolinhas escuras”, levando a crer que os felinos foram envenenados.

O secretário de Serviços Públicos, Carlo Cerri Júnior, comunicou que foi registrado um boletim de ocorrência (B.O), para que Polícia Civil possa dar andamento ao caso e tentar solucioná-lo.

Envenenar animais é crime e dá cadeia

Acidental ou intencional, o envenenamento é o responsável pela maioria das mortes de cães e gatos superando, inclusive, o número de mortes causadas por atropelamentos. No primeiro caso, o perigo está dentro da própria casa, por simples descuido do proprietário. O animal pode ingerir ou apenas ter contato com produtos de limpeza como inseticidas, detergentes, desinfetantes, venenos para ratos ou baratas ou medicamentos.

Já nos envenenamentos intencionais, o que é crime, as maiores vítimas são, geralmente, os animais de rua e aqueles que, apesar de terem dono, têm acesso à rua. Este tipo de intoxicação pode ser causado por pessoas que desejam se livrar dos animais sejam eles abandonados ou não, simplesmente pelo fato de sentirem-se incomodadas.

O conhecido chumbinho que, apesar de ser ilegal e ter sua venda proibida é a arma mais utilizada para o envenenamento de cães e gatos, já que é facilmente encontrado, inclusive sendo vendido como ‘veneno para ratos’.

Infelizmente, as estatísticas mostram que apenas 1/3 dos animais vítimas de envenenamento sobrevivem. Portanto, é importante que, logo após o socorro ao animal, caso o dono saiba quem é o responsável pelo envenenamento, que faça um Boletim de Ocorrência na delegacia mais próxima a fim de que este seja devidamente punido.

Tanto a venda do chumbinho, que é proibida, quanto o envenenamento de animais são contravenções penais.


Aviso: Os comentários só podem ser feitos via Facebook e são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, sendo passível de retirada, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Conforme a Lei 9.610/98, é proibida a reprodução total e parcial deste texto sem a autorização prévia e expressa do autor (artigo 29). ® Todos os direitos reservados ao site REPÓRTER BETO RIBEIRO

Tem uma sugestão de reportagem? Nos envie através do WhatsApp (19) 99861-7717.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here