Polícia Civil investiga morte de pintor por asfixia durante briga no interior de SP

Crime foi registrado no dia 27 de março; suspeito foi achado e liberado após prestar depoimento.

A Polícia Civil investiga a morte de um pintor por asfixia durante uma briga, no Jardim Santa Antonieta, em Marília (SP), no dia 27 de março. Segundo o delegado responsável pelo caso, Valdir Tramontini, um suspeito de 48 anos chegou a ser detido.

Ainda de acordo com o delegado, a vítima foi encontrada caída no chão de casa com um ferimento na cabeça. O exame necroscópico apontou morte por asfixia.

Após investigações, os policiais chegaram até o suspeito, um coletor de recicláveis. Durante o depoimento, ele alegou que foi com uma mulher de 51 anos até a casa da vítima. Os dois estariam embriagados e com efeito de crack para procurar o documento de um carro.

clique na imagem e saiba mais

Após desentendimento, o suspeito asfixiou e golpeou a vítima na cabeça. Já a mulher negou que teria presenciado o crime. Ainda de acordo com o delegado, o coletor tem passagens policiais, entre elas uma agressão contra o pintor.

Por não ser flagrante, o suspeito foi interrogado e liberado em seguida. Ele será investigado por homicídio qualificado mediante asfixia, com pena de 12 a 30 anos de reclusão.