Policia Civil prende indivíduo que perseguia mulheres em Conchal, SP

O elemento possui diversos perfis fakes nas redes sociais, onde colhia informações sobre a vítima, para manter contato.

Por Gean Mendes/F5 Conchal – Nesta sexta-feira (23), por volta das 11h, a Policia Civil prendeu um indivíduo de 34 anos de idade, morador do Bairro Jardim São Paulo, município de Conchal (SP), acusado por mulheres do município, de perseguição.

Segundo informado pela polícia, o indivíduo fantasiava viver um relacionamento amoroso com as vítimas e as perseguia no local de trabalho, ruas, residência e redes sociais. O elemento possui diversos perfis fakes nas redes sociais, onde colhia informações sobre a vítima, para manter contato.

Segundo relatado por uma das vítimas, uma jovem de 20 anos de idade, que registrou queixa na delegacia contra o indivíduo, o mesmo enviava mensagens constantemente através das redes sociais. Quando era bloqueado pela vítima, o elemento criava outro perfil para importuná-la. Não satisfeito, o elemento passava a perseguir a vítima, nas ruas, no trabalho e até mesmo na porta da casa da vítima.

Diante da obsessão e risco, o Delegado de Polícia Dr. Luis Henrique Lima Pereira, obteve junto ao Poder Judiciário medida cautelar, que proibia o indivíduo de chegar próximo ou manter contato com a vítima.

No entanto, o indivíduo descumpriu a decisão judicial e sua prisão foi decretada pelo Juiz do Fórum de Conchal. Nesta manhã o investigador de Polícia Civil Eric Motta, juntamente com o GCM Márcio, que auxilia na delegacia de Conchal, foram até a residência do elemento, obtendo êxito em encontra-lo para que cumpra a ordem de prisão preventiva.

Há suspeita de que outras mulheres, também tenham sofrido o mesmo infortuno praticado pelo mesmo indivíduo. Por força da lei de abuso de autoridade não podemos exibir a imagem do individuo, sem filtro, até que o mesmo seja julgado e condenado.

Porém as mulheres que reconhecerem o modus operantis e, que tenha vivenciado o mesmo tipo de abuso, deve de procurar a Delegacia de Polícia Civil para registrar queixa. Assista ao vídeo abaixo:

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT