Polícia Civil segue investigando morte de pastor em prostíbulo no interior de SP

Amigos da vítima disseram à polícia que encontraram o homem ao lado da piscina, recebendo massagem cardíaca de uma desconhecida.

A Polícia Civil investiga a morte do pastor Lázaro Peres Gonçalves, de 56 anos. Ele foi encontrado desacordado em uma casa de prostituição em Assis (SP) e chegou a ser socorrido, mas morreu na Unidade de Pronto Atendimento da cidade (leia mais abaixo).

De acordo com o boletim de ocorrência, amigos do pastor disseram à polícia que foram com ele em um estabelecimento chamado “Boate Maçã do Amor”, na madrugada do último sábado (12).

clique na imagem e saiba mais

Depois de um tempo no local, os amigos deram falta do pastor. Ao procurá-lo, o grupo encontrou o homem ao lado da piscina, recebendo massagem cardíaca de uma pessoa desconhecida. hipótese da polícia é que ele tenha se afogado na piscina do local.

Caso foi registrado na delegacia de Assis — Foto: Adolfo Lima/TV TEM/Arquivo

Investigação

Ainda segundo o boletim de ocorrência, a vítima chegou a ser socorrida. O homem foi encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento de Assis, mas não resistiu. O delegado de plantão determinou a apreensão dos aparelhos celulares da vítima e dos amigos que estavam com ele.

O delegado também solicitou que a boate fosse periciada e que o corpo do pastor fosse submetido a exame toxicológico e dosagem alcoólica. O pastor havia inaugurado um templo da Igreja Visão Missionária, em Cândido Mota (distante 84 quilômetros de Marília) na noite de sexta-feira (11). (Com informações do G1 Bauru e Marília)