Polícia Civil segue nas buscas pelo assassino da estudante da Unicamp em São João da Boa Vista, SP

PUBLICIDADE

Mayara Roquetto Valentim, de 23 anos, foi morta com 28 facadas quando caminhava no domingo (15). Segundo parentes, Michael Douglas da Silva é esquizofrênico. Ele ainda não foi localizado.

A Polícia Civil de São João da Boa Vista (SP) entra no terceiro dia de buscas pelo homem de 28 anos suspeito de assassinar a estudante Mayara Roquetto Valentim com 28 facadas, no domingo (15).

PUBLICIDADE

A jovem, que cursava Ciências Biológicas na Unicamp, tinha o sonho de ser professora. O corpo dela foi enterrado nesta terça-feira (17), no Cemitério Municipal.

Michael Douglas da Silva, que segundo parentes, é esquizofrênico, também é suspeito de tentar matar outra mulher, no sábado (14), e já há um mandado de prisão temporária contra ele, segundo o delegado Fabiano Antunes. Ele também tinha tentado matar o padrasto.

PUBLICIDADE
CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP