Polícia Federal deflagra operação de combate ao desvio de recursos públicos da Covid-19 em Limeira, SP

PUBLICIDADE

Pelo menos, 20 vítimas já foram identificadas até esta terça-feira (31). Os investigados respondem pelo crime de estelionato, com pena máxima de até seis anos e meio de reclusão.

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (31), a fase ostensiva da Operação USURPADOR 3, dando cumprimento a 4 mandados de busca e apreensão, expedidos pela Justiça Federal de Limeira (SP), em desfavor de grupo de indivíduos envolvidos em fraudes relacionadas à concessão de benefícios do Auxílio Emergencial Covid 19.

A investigação teve início a partir de trabalho de análise na BNFAE – Base Nacional de Fraudes em Auxílio Emergencial, mediante confrontos e cruzamentos de dados em diversas fontes e sistemas de investigação quando, então, foi caracterizado o envolvimento dos investigados, todos residentes e atuando a partir da cidade de Limeira.

PUBLICIDADE

As diversas vítimas, na sua quase totalidade, são pessoas simples e de poucos recursos, residentes em diversas localidades do país, que tiveram seus nomes e dados pessoais utilizados de forma indevida, por exemplo, mediante a concessão de benefícios via aplicativo Caixa TEM.

Até o presente momento já se logrou comprovar a fraude contra mais de 20 vítimas, porém o número exato só será conhecido depois da análise exauriente de todo o material.

No cumprimento dos mandados foram arrecadadas maquinetas de pagamento, celulares e HDs, materiais que seguirão para extração de dados e análise, objetivando o aprofundamento das investigações e verificação de possíveis outros envolvidos. Os investigados respondem pelo crime de estelionato agravado, cuja pena máxima pode até seis anos meio de reclusão.

PUBLICIDADE
CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP