Polícia interrompe balada clandestina com mais de 100 pessoas em SP e multa estabelecimento em R$ 400 mil

Evento tinha sido organizado pelas redes sociais. Frequentadores estavam aglomerados e a maioria não usava máscara. Fiscalização também encontrou máquinas de jogos de azar. 

A Polícia Civil de São Paulo e o Procon interromperam uma festa clandestina em Jandira, na Grande São Paulo, na madrugada desta quarta-feira (21).

Cerca de 120 pessoas estavam aglomeradas no local e desrespeitavam a lei antifumo e o decreto que determina o uso de máscaras de proteção por conta da pandemia de coronavírus. Segundo a polícia, o evento tinha sido agendado pelas redes sociais.

Nove pessoas, entre elas o dono do bar e alguns frequentadores, foram levadas para prestar esclarecimentos na delegacia. Também foram encontradas máquinas utilizadas para jogos de azar, que são proibidos no país. O estabelecimento recebeu uma multa de R$ 400 mil.

‘Fase de transição’

Desde o último domingo (18), a gestão estadual começou a liberar o funcionamento de alguns estabelecimentos. Shoppings e comércios de rua têm autorização para operar, mas bares, restaurantes e casas noturnas seguem proibidos.

O estado está na fase chamada de transição entre a vermelha e a laranja. A medida foi criada pela gestão de João Doria (PSDB) para retomada gradual de setores da economia, após o estado ficar em fases mais restritivas da quarentena por conta do elevado número de casos e mortes da Covid.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT