Polícia Militar Ambiental aplica multa de R$ 1,6 milhão após flagrar rinha de galos em São Pedro, SP

PUBLICIDADE

Dezessete pessoas foram detidas pelo crime.

As multas para as 17 pessoas detidas por promover rinha de galos em São Pedro (SP), neste domingo (19), somam mais de R$ 1,6 milhão, segundo a Polícia Civil. Na ocasião, 27 galos foram resgatados com vida e outros três morreram.

O caso aconteceu em uma chácara na zona rural da cidade, no bairro Palmital. O local tinha “ringues” improvisados para que as brigas ocorressem, além de caixas de papelão e gaiolas onde os animais eram guardados e cadeiras, churrasco e bebidas para as pessoas que assistiam as lutas

PUBLICIDADE

Os policiais descobriram o crime após uma denúncia anônima. Segundo a Polícia Civil, boa parte dos autuados já possuíam passagens policiais por maus tratos aos animais. Além de possíveis consequências na esfera penal, os homens também foram multados por uma equipe da Polícia Militar Ambiental, composta pelo sargento Alvelan e cabo Dearo.

Cada um foi multado em aproximadamente R$ 99 mil por promover a rinha de galos, além de mais R$ 15 mil pela morte dos três animais. O total das multas foi de R$ 1.698.000,00.

O caso

Após a denúncia, policiais civis da delegacia de São Pedro, Charqueada e da Seccional de Piracicaba foram até lá e encontraram vários homens “confraternizando”. Alguns conseguiram fugir a pé, mas 17 foram detidos.

Carros e motos dos fugitivos foram apreendidas para tentar identificar os suspeitos. Alguns dos galos apreendidos estão com machucados e com as esporas cortadas. Os criminosos colocavam um esporão de plástico nos animais para que a briga ficasse mais violenta, segundo os policiais.

A ocorrência foi registrada pela Polícia Civil e, após as multas, os homens foram liberados. Ainda não há informações sobre o destino dos animais apreendidos.

PUBLICIDADE
CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP