Polícia Militar Ambiental apreende 15 aves silvestres e aplica R$ 7 mil em multas na cidade de Pirassununga, SP

Com relação às aves coube a reintrodução na natureza.

Nesta quinta-feira (1º), os policiais militares ambientais cabo Cunha e soldado Colombo, em decorrência do atendimento de demanda atinente a fiscalização de criador de passeiriformes pelo município de Pirassununga (SP), após minuciosa vistoria no plantel do criador fiscalizado, constatou a existência de 15 (quinze) aves pertencentes a fauna nativa brasileira, mantidas em cativeiro em desconformidade com a legislação vigente.

Diante dos fatos, foi elaborado Auto de Infração Ambiental no valor de R$ 7.500,00, por violação do artigo 25, parágrafo 3°, inciso III, da Resolução SIMA 05/21, sem prejuízo da apuração da responsabilidade penal, nos termos do artigo 29 da Lei Federal 9605/98 e com relação às aves coube a reintrodução na natureza, cabendo ainda destacar que face a constatação de irregularidades graves o criador ora fiscalizados será sancionado mediante o bloqueio do seu cadastro junto ao SISPASS.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT