Polícia Militar Ambiental apreende aves em cativeiro e multa criador em R$ 2 mil em Piracicaba, SP

Os pássaro estavam em gaiolas individuais, com água e comida a disposição, abrigadas das intempéries e sem sinais de maus tratos.

Os policiais militares ambientais cabo Fábio e soldado Franca, durante fiscalização pelo município de Piracicaba (SP), estiveram no bairro Santa Terezinha, em decorrência de atendimento de denúncia versando sobre pássaros silvestres em cativeiro, onde acabaram constatando em uma residência quatro aves silvestres sem anilha ou outro tipo de identificação, sendo elas: 1 trinca ferro (Saltador Similia); 1 Graúna (Gnorimopsar chopi); 1 Canário da terra (Sicalis flaveola); 1 Azulão (Cyanocompsa brissoni).

Os pássaro estavam em gaiolas individuais, com água e comida a disposição, abrigadas das intempéries e sem sinais de maus tratos, indagado o morador da residência a respeito das aves, informou serem de sua propriedade, porém não possui autorização do órgão ambiental competente para manter as referidas em cativeiro.

Diante dos fatos, foi elaborado Auto de Infração Ambiental com sanção de multa simples valorados em R$2.000,00 (dois mil e reais), com base no Artigo 25, par. 3°, inc. III da Resolução SIMA 005/2. As aves foram apreendidas juntamente com as gaiolas, sendo os pássaros soltos em área de mata por apresentar estado bravio e não apresentarem ferimentos, gaiolas destruídas e descartadas.
Providências penais via ofício a DelPol da área.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT