Polícia Militar Ambiental apreende pescados que estavam sendo comercializados sem comprovação de origem na cidade de Pirassununga, SP

 

Neste segunda-feira (9), a Polícia Militar Ambiental realizaou uma ação conjunta com a Polícia Civil e Guarda Civil Municipal, a qual desencadeou uma operação para cumprimento de mandados de busca pelo município de Pirassununga (SP).

Durante vistoria em uma residência pelo bairro Santa Fé, foi logrado êxito pelas equipes envolvidas, em constatar o armazenamento de cento e seis espécimes de pescado nativo da espécie “corimbatá” sem que fosse comprovada a sua origem lícita efetuando prática de comercialização sem autorização dos órgãos ambientais competentes.

Diante dos fatos, foi elaborado o respectivo Auto de Infração Ambiental no valor de R$ 3.120,00, por violação dos artigos 35 (§1° inciso IV) da Resolução SIMA 005/21 e procedida a apreensão e destinação, salientado que com relação ao pescado apreendido, uma vez atestada sua salubridade e recomendação para o consumo humano, será doado para entidades assistenciais da região.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT