Polícia Militar Ambiental autua criador por ter em cativeiro, ave silvestre sem autorização do órgão ambiental competente em Piracicaba, SP

A ave estava disposta em uma gaiola, com água e comida a disposição, abrigada das intempéries e sem sinais de maus-tratos.

Em decorrência de refiscalização de criador amador de passeriformes pelo município de Piracicaba (SP), os policiais ambientais cabo Fábio e cabo Duprê, constataram em uma residência pelo bairro Itapuã, uma ave silvestre da espécie trinca-ferro-verdadeiro (Saltator similis) com nítidos sinais de adulteração em sua anilha SISPASS 3.5 SP/A 085161 (corte).

A ave estava disposta em uma gaiola, com água e comida a disposição, abrigada das intempéries e sem sinais de maus-tratos. Indagado a respeito, o criador informou que não tinha conhecimento de que a anilha encontrava-se violada (cortada), ocorrência sendo apresentada no plantão policial do município de Piracicaba.

Foi elaborado em desfavor do criador um Auto de Infração Ambiental com sanção de multa simples valorado em R$ 500,00 (quinhentos reais), com base no Artigo 25, par. 3°, inc. III da Resolução SIMA 005/2, ficando o referido orientado quanto ao atendimento ambiental no município de Rio Claro (SP).

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT