Polícia Militar Ambiental constata ave mantida em cativeiro sem autorização em Itapira, SP

A ave foi deixada com o autor direto como guarda provisório até deliberação no atendimento ambiental.

Na tarde de quinta-feira (21) os policiais militares ambientais cabo Reis e soldado Belchior, durante fiscalização pelo município de Itapira (SP), acabaram constatando a existência de uma ave da fauna nativa brasileira da espécie maracanã-nobre mantida em cativeiro em desconformidade com a legislação vigente.

Diante dos fatos, foi elaborado Auto de Infração Ambiental por violação do artigo 25 parágrafo 3º inciso III da Resolução Sima 05/21 sem prejuízo da apuração e responsabilidade penal nos termos do artigo 29 da Lei Federal 9605/98, com relação à ave foi deixada com o autor direto como guarda provisório até deliberação no atendimento ambiental.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP