Polícia Militar Ambiental e Polícia Civil fazem operação conjunta na zona rural de Santa Cruz da Conceição, SP

Durante a ação, as equipes constataram a manutenção ilegal em cativeiro de quatro aves da fauna nativa, bem como foi constatado o armazenamento de 40kg de pescado nativo sem que fosse comprovada a sua origem lícita.

Nesta terça-feira (25), equipes da Polícia Militar Ambiental e Polícia Civil, desencadearam uma operação para cumprimento de mandados de busca pelo bairro Souza Queiroz, área rural do município de Santa Cruz da Conceição (SP), divisa com o município de Pirassununga (SP), sendo realizada vistoria em duas residências.

Durante a ação, as equipes constataram a manutenção ilegal em cativeiro de quatro aves da fauna nativa, sendo um papagaio-verdadeiro, duas coleirinhas e uma maritaca, bem como foi constatado o armazenamento de 40kg de pescado nativo da espécie corimbatá sem que fosse comprovada a sua origem lícita, também foi localizado em uma das residências um petrecho do tipo tarrafa apresentando dimensões não condizentes com a legislação.

Diante dos fatos, foram elaborados Autos de Infração Ambiental, no valor de R$ 3.800,00, por violação dos artigos 25 e 35 (§1° inciso IV) da Resolução SIMA 005/21 e procedidas as respectivas apreensões destinações, salientado-se que com relação ao pescado apreendido, uma vez atestada sua salubridade e recomendação para o consumo humano, será doado para entidades assistenciais da região.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT