Polícia Militar Ambiental faz apreensão de petrechos proibidos durante patrulhamento náutico em Pirassununga, SP

PUBLICIDADE

Durante o patrulhamento ostensivo náutico, uma equipe logrou êxito em localizar e recolher do trecho patrulhado três dispositivos do tipo “rede de espera” com 30 metros de comprimento, e um exemplar de “corimbatá”, que foi reintroduzido no rio.

Neste sábado (28), a Polícia Militar Ambiental, realizou ações voltadas a coibir delitos no tocante a pesca predatória no corpo hídrico denominado Rio Mogi Guaçu, em seu trecho inserido no município de Pirassununga (SP).

PUBLICIDADE

Durante o patrulhamento ostensivo náutico, uma equipe composta pelo cabo Ezequiel e soldado Colombo, logrou êxito em localizar e recolher do trecho patrulhado três dispositivos do tipo “rede de espera” com 30 metros de comprimento, e um exemplar de “corimbatá”, que foi reintroduzido no rio.

Os petrechos estavam dispostos no ambiente aquático, emanando assim considerável nocividade à fauna ictiológica nativa, cabendo salientar que aos referidos petrechos restará a devida destruição em local adequado e em data oportuna.

PUBLICIDADE
CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP