Polícia Militar Ambiental faz apreensão de petrechos proibidos durante patrulhamento no Rio Mogi Guaçu

PUBLICIDADE

Após 12 horas navegadas, foram apreendidos: dois dispositivos do tipo “rede de espera” (30 metros de comprimento); três dispositivos do tipo “Barduelos”; dois dispositivos do tipo “anzól de galho”; duas embarcações vistoriadas.

Neste sábado (11), uma equipe da  2ª Companhia do 5º Batalhão de Polícia Militar Ambiental, realizou ações voltadas a coibir delitos no tocante a pesca predatória no corpo hídrico denominado Rio Mogi Guaçu, em seu trecho inserido nos municípios de Mogi Guaçu, Conchal, Araras e Leme, no interior de São Paulo.

PUBLICIDADE

Durante patrulhamento ostensivo náutico, os policiais militares sargento Couto e cabo Melo, localizaram e recolheram petrechos proibidos que estavam dispostos no ambiente aquático, emanando assim considerável nocividade à fauna ictiológica nativa.

Após 12 horas navegadas, foram apreendidos: dois dispositivos do tipo “rede de espera” (30 metros de comprimento); três dispositivos do tipo “Barduelos”; dois dispositivos do tipo “anzól de galho”; duas embarcações vistoriadas. Cabe salientar que aos referidos petrechos restará a devida destruição em local adequado e em data oportuna.

PUBLICIDADE
CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP