Polícia Militar Ambiental fecha carvoaria ilegal que operava com 19 fornos em Mogi Mirim, SP

Diante dos fatos, foi elaborado o Auto de Infração Ambiental, valorado em R$ 4.200,00, por ter em depósito 14 metros cúbicos de carvão de origem vegetal, sem a licença outorgada pelo autoridade competente.

Os policiais militares ambientais cabo Vanderlei e cabo Elias, na quarta-feira (2), estiveram no Assentamento Vergel, zona rural de Mogi Mirim (SP), em decorrência da “Operação Gaia” com consequente intensificação das ações para coibir o cometimento de crimes ambientais.

Durante a ação, a equipe constatou a existência de dezenove fornos para a fabricação de carvão vegetal e o depósito do equivalente à 14 metros cúbicos desse produto de origem florestal, sendo observado também que tal atividade não possuía a Licença de Operação para o seu funcionamento.

Diante dos fatos, foi elaborado o Auto de Infração Ambiental, valorado em R$ 4.200,00, por ter em depósito 14 metros cúbicos de carvão de origem vegetal, sem a licença outorgada pelo autoridade competente nos termos do art. 48, Parágrafo único da Resolução SIMA 005/21.

Cabe salientar que o infrator também responderá na esfera penal nos termos dos artigos 46 e 60 da Lei Federal 9605/98 e também foi procedida a apreensão do carvão ilegal.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT