Polícia Militar Ambiental flagra abate de dois tatus e resgata aves mantidas em cativeiro durante fiscalização em Charqueada, SP

PUBLICIDADE

As aves foram soltas no seu hábitat natural, as gaiolas destruídas e descartadas em um ponto de apoio em Rio Claro (SP), os tatus foram descartados no aterro sanitário por estarem impróprios pra consumo humano.

Na manhã de sexta-feira (17), uma equipe da Polícia Militar Ambiental, durante patrulhamento pela área rural de Charqueada (SP), avistou um veículo em atitude suspeita em meio ao canavial pelo bairro Vista Alegre, e ao passar por um sítio, cães utilizados para caça e aves em cativeiro chamaram a atenção.

Durante a fiscalização da propriedade foram encontrados e apreendidos pelo sargento Alvelan e cabo Dearo, dois animais nativos da espécie tatu-galinha abatidos, um facão utilizado para caça, quatro canários-da-terra, dois coleirinho papa-capim, cinco gaiolas e duas armadilhas do tipo alçapão.

PUBLICIDADE

Diante dos fatos, foram elaborados em desfavor do envolvido na ocorrência, dois autos de infração ambiental por violação por matar espécime da fauna nativa e por ter em cativeiro aves da fauna nativa, sem prejuízo da apuração da responsabilidade penal.

As aves foram soltas no seu hábitat natural, as gaiolas destruídas e descartadas em um ponto de apoio em Rio Claro (SP), os tatus foram descartados no aterro sanitário por estarem impróprios pra consumo humano.

PUBLICIDADE
CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP