Polícia Militar Ambiental multa dono de sítio em R$ 42 mil, por queimada e corte de 103 árvores nativas para construção de condomínio residencial em Pirassununga, SP

A área de autuação foi embargada até deliberação do Atendimento Ambiental.

Os policiais militares ambientais, cabo Luciano e cabo Melo, na tarde de sexta-feira (7), realizaram atendimento de demanda atinente a fiscalização ambiental, versado sobre queimada de autoria conhecida na área rural de Pirassununga (SP).

Durante a ação, foi logrado êxito pela equipe em constatar a veracidade do fato apontado, sendo que esta veio a destruir também vegetação inserida em APP – Área de Preservação Permanente, em área total correspondente à 2,728 hectare, bem como foi constatado o corte de 103 (cento e três) exemplares arbóreos nativos.

Foi apurado pelos policiais, as intervenções foram feitas com a finalidade de implantação de condomínio residencial. Diante dos fatos, foram elaborados Autos de Infração Ambiental no valor de R$ 42.850,00 por violação dos artigos 43, 52 e 56 da Resolução SIMA 005/21, sem prejuízo da apuração da responsabilidade penal nos termos da Lei Federal 9605/98, ficando a APP objeto da autuação embargada até deliberação do Atendimento Ambiental.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT