Polícia Militar Ambiental multa fazenda por queima de cultura de cana-de-açúcar e área de preservação permanente em Santa Cruz das Palmeiras, SP

Indagado o responsável, o qual informou que o incêndio foi criminoso e realizado por pessoa desconhecida, que foi realizado o combate ao incêndio.

Na tarde de segunda-feira (13) uma equipe da Polícia Militar Ambiental, composta pela sargento Eliane e cabo Melo, em decorrência do atendimento de foco de queimada – INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), foi logrado êxito pela equipe em constatar a queima de cultura de cana-de-açúcar e área de preservação permanente em uma fazenda no município de Santa Cruz Das Palmeiras (SP).

De acordo com informações, foi atingida uma área de 157,100 hectares de cana e 19,7 hectaresa de área de preservação permanente, sendo que a área de vegetação nativa classificada é de vegetacão secundária em estágio médio de regeneração. Indagado o responsável, o qual informou que o incêndio foi criminoso e realizado por pessoa desconhecida, que foi realizado o combate ao incêndio. 

Diante do exposto foi lavrado 03 (três) Autos de Infração Ambiental com sanção de multa simples, no valor total de R$ 1.043.600,00, com base no Artigo 56 e 43 Caput da Resolução SIMA 05/21, sem prejuízo da apuração penal com base no Artigo 38-A da Lei Federal 9.608/98.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT