Polícia Militar Ambiental prende homem após encontrar arma de fogo e cascos de tatu em sítio

Flagrante aconteceu na cidade de Lagoinha (SP); um dos cascos indicava que o animal teria sido abatido recentemente.

A Polícia Militar, por meio do 3º Batalhão de Polícia Ambiental (BPAmb), prendeu um homem, de 51 anos, após encontrar uma arma de fogo e cascos de tatu em sua residência, um sítio na Estrada Canta Galo, em Lagoinha, na região de Taubaté (SP).
 
Os militares participavam de uma operação quando receberam uma denúncia sobre caça animais selvagens e pássaros em cativeiro. No local dos fatos, a equipe avistou sob o telhado de um rancho três cascos de tatu – um deles com sinais de que o animal teria sido abatido recentemente. 
 
No imóvel, os policiais foram recebidos pelo homem investigado que, após ser questionado, negou praticar a caça de animais ou manter aves em cativeiro. Quanto à arma de fogo, ele indicou a gaveta de uma cômoda. Nela, foi localizada uma pistola 6,35 mm.
 
A arma e os cascos foram recolhidos e o homem preso em flagrante. Ele foi levado à delegacia do município, onde foi indiciado por posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e  matar espécimes da fauna silvestre. Posteriormente, o autor foi encaminhado à Cadeia Pública de Taubaté. Contra o homem também foi registrado um Auto de Infração Ambiental (AIA) no valor de R$ 1,5 mil.
clique na imagem e saiba mais