Polícia Militar Ambiental resgata 123 aves, aponta situação de maus-tratos e multa criador em R$ 391,5 mil em Engenheiro Coelho, SP

Corporação apontou situação insalubre, além de falta de autorização para manutenção dos animais em cativeiro e introdução de fauna exótica. 

A Polícia Militar Ambiental resgatou 123 aves mantidas irregularmente em cativeiro e multou o criador em R$ 391,5 mil, em Engenheiro Coelho (SP), nesta segunda-feira (25). De acordo com a corporação, os animais eram mantidos em situação de maus-tratos, devido à condição insalubre do local.

A ação foi realizada na Avenida Luiz Fávero. Segundo os policiais, 35 pássaros são da fauna silvestre (canários da terra, trinca ferro, sanhaço, coleirinha, bigodinho, pintassilgo e sabiá laranjeira) que eram mantidos em cativeiro sem licença do órgão ambiental competente.

Também foram encontradas 88 aves exóticas, 15 delas introduzidas no território paulista sem autorização do órgão competente. A equipe relatou que o local não tinha condições sanitárias, de alimentação ou hidratação adequadas.

As aves submetidas ao cativeiro e maus-tratos foram reintroduzidas ao seu habitat, enquanto as aves exóticas foram destinadas a Fazendinha do Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp). A ocorrência foi apresentada diretamente ao Distrito Policial do município onde foram tomadas a devidas providências penais sendo feita a apreensão e destinação das aves.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT