Polícia Militar Ambiental resgata 18 pássaros silvestres mantidas em cativeiro e multa homem em R$ 16,5 mil em Piracicaba, SP

Cabe salientar que um pássaro encontrava-se em situação de maus tratos, sem comida e com a gaiola sem limpeza adequada (acúmulo de fezes).

Nesta quinta-feira (22), uma equipe da Polícia Militar Ambiental, composta pelo cabo Fábio e cabo Duprê resgataram 18 pássaros silvestres das espécies coleirinho, sanhaçu de coleira, bico de veludo, canário da terra, bigodinho, tico tico rei cinza, brejal, chorão, sabiá laranjeira, corrupião, azulão, tico tico rei, tiê preto, pintassilgo e caboclinho (espécie ameaçada), em cativeiro de forma irregular, pelo distrito de Arthemis, município de Piracicaba (SP).

Foi verificado através de consulta realizada pela 7ª Companhia da Polícia Militar Ambiental, que o proprietário das aves é criador amador de passeriformes cadastrado no IBAMA, das referidas aves, quinze não possuiam anilha ou atestado de origem e três estavam anilhadas, porém duas em nome de outros criadores e constando como fuga e uma com uma anilha da FOB sem valor legal para fiscalização. Cabe salientar que um pássaro encontrava-se em situação de maus tratos, sem comida e com a gaiola sem limpeza adequada (acúmulo de fezes).

Diante dos fatos, foi elaborado em desfavor do criador dois Autos de Infração Ambiental com sanção de multa simples valorados em R$16.500,00 (dezesseis mil e quinhentos reais), com base no Artigo 25, par. 3°, inc. III da Resolução SIMA 005/2, ficando o referido orientado quanto ao atendimento ambiental no município de Rio Claro (SP).

As aves mantidas de forma irregular foram apreendidas, juntamente com oito gaiolas, sendo quinze pássaros soltos em área de mata por apresentar estado bravio e não apresentarem ferimentos, os três pássaros anilhados foram conduzidos até a base do 3°Pel/PAmb para destinação adequada (realizar contato com os criadores).
Providências penais via ofício a DelPol da área.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT