Polícia Militar Ambiental resgata arara-canindé com sinais de maus-tratos em Itapira, SP

Durante a ação também foi encontrado um papagaio-verdadeiro.

Na tarde de quarta-feira (10), os policiais militares ambientais cabo Luciano e cabo Maurício, durante fiscalização pelo município de Itapira (SP), acabaram constatando a existência de duas aves da fauna nativa brasileira sendo uma da espécie papagaio-verdadeiro (amazona aestiva) e a outra da espécime arara-canindé (ara ararauna), esta com nota fiscal, mantidas em cativeiro.

Com relação a arara-canindé, constatado que uma das asas está com as penas cortadas, o que caracteriza maus-tratos, será destinado ao CRAS Pró Arara, no município de Araras (SP) para cuidados.

Diante dos fatos, foi elaborado o auto de infração no valor de R$ 500,00 em desfavor do autor direto por manter pássaros da fauna silvestre em cativeiro sem autorização dos órgãos ambientais competentes, confome o art. 25, §3º, inc.III da resolução SIMA 005/21 e o auto de infração na modalidade de multa simples no valor de r$ 3.000,00 em desfavor do autor direto por praticar ato de maus-tratos.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT