Polícia Militar Ambiental resgata aves da fauna nativa mantidas em cativeiro e aplica multa de R$ 4,5 mil em Vargem Grande do Sul, SP

As aves foram reintroduzidas em seu habitat natural, exceto o periquitão maracanã que foi encaminhado aos cuidados temporários da ONG “Amigos dos Animais Silvestres”.

Na tarde de domingo (21), uma equipe da Polícia Militar Ambiental, após receber uma denúncia sobre a existência de aves da fauna nativa mantidas em cativeiro, imdiatamente os policais militares cabo Vanderlei e cabo Rodrigo, foram até a cidade de Vargem Grande do Sul (SP).

Pelo endereço da denúncia, a equipe constatou a existência de nove aves da fauna nativa brasileira, sendo seis canários-da-terra (sicalis flaveola), um bigodinho (sporophila lineola), um pássaro preto (gnorinopsar Chopi ), e um periquitão-maracanã (aratinga leucophthalma), mantidas em cativeiro sem autorização de órgão ambiental competente.

clique na imagem e saiba mais

Diante dos fatos, foi elaborado o respectivo Auto de Infração Ambiental no valor de R$ 4.500,00, por violação do artigo 25 parágrafo 3º, inciso III da Resolução SIMA 005/21, sem prejuízo da apuração da responsabilidade penal nos termos do artigo 29 da Lei Federal 9605/98. Com relação às aves foram reintroduzidas em seu habitat natural, exceto o periquitão maracanã que foi encaminhado aos cuidados temporários da ONG “Amigos dos Animais Silvestres” no município de São João da Boa Vista (SP) até a deliberação junto ao atendimento ambiental.

ÁGIL DPVAT