Polícia Militar Ambiental resgata aves de criador amador que estavam mantidas em cativeiro em ecoponto sem autorização na cidade de Piracicaba, SP

A ação foi pelo bairro Irapuã.

Na manhã de quarta-feira (17), os policiais ambientais cabo Duprê e soldado Franca, em decorrência de fiscalização de criador amador de passeriformes, pelo bairro Irapuã, município de Piracicaba (SP), a equipe constatou em um ecoponto seis aves da fauna silvestre sem anilha ou outro tipo de identificação sendo elas: dois tico-ticos (Zonotrichia capensis); dois bigodinhos (Sporophila lineola); um trinca-ferro-verdadeiro (Saltator similis); um tiziu (Volatinia jacarina), e também uma ave da fauna silvestre da espécie canário-da-terra-verdadeiro (Sicalis flaveola) identificado com a anilha SISPASS 2.8 SP/A 067954 a qual apresentava nítidos sinais de adulteração.

Todas as aves estavam dispostas em gaiolas com água e comida a disposição, abrigadas das intempéries e sem sinais de maus tratos. Indagado a respeito dos pássaros sem identificação, o criador informou que ganhou os mesmos, porém não possui autorização do órgão ambiental competente para mater os referidos em cativeiro e quanto ao pássaro com anilha cortada informou que não sabia que estava nessa situação e aguardava transferência para seu plantel. Diante dos fatos a ocorrência foi apresentada no 5° Distrito Policial do município de Piracicaba, onde a autoridade presente determinou pela confecção do termo circunstanciado de ocorrência, solicitando perícia para a ave com anilha com sinais de adulteração em data oportuna.

Pelo exposto foi elaborado um Auto de Infração Ambiental com sanção de multa simples valorado em R$3.500,00 (três mil e quinhentos reais), com base no Artigo 25, par. 3°, inc. III da Resolução SIMA 005/2, ficando o referido orientado quanto ao atendimento ambiental no município de Rio Claro (SP). As aves sem identificação foram soltas em habitat natural por apresentarem estado bravio e não apresentarem ferimentos, sendo suas gaiolas destruidas e descartadas em local apropriado.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT