Polícia Militar Ambiental resgata aves e aplica multas de R$ 12 mil uma delas em Araras, SP

Com relação às aves coube a reintrodução na natureza.

Nesta quinta-feira (18) os policiais ambientais sargento Alfieri e cabo Luciano, em decorrência do atendimento de denúncia pelo bairro Parque das Árvores, na cidade de Araras (SP), dando conta de crime ambiental no tocante à fauna, foi logrado êxito em constatar a existência de a existência de três aves da espécie coleirinho (Sporophila caerulescens) mantidas em cativeiro em desconformidade com a legislação vigente.

Diante dos fatos, foi elaborado o respectivo Auto de Infração Ambiental no valor de R$ 1.500,00 por violação do artigo 25 da Resolução SIMA 005/21 sem prejuízo da apuração da responsabilidade penal nos termos do artigo 29 da Lei Federal 9605/98 e com relação às aves coube a reintrodução na natureza.

clique na imagem e saiba mais

Piracicaba

Em decorrência do atendimento de denúncia pelo bairro Javari I, município de Piracicaba (SP), dando conta de crime ambiental no tocante à fauna, os policiais ambientais cabo Fernando e soldado Magalhães, logram êxito em constatar a existência de três aves pertencentes a fauna nativa brasileira, sendo dois canários-da-terra e um tico-tico, mantidos em cativeiro em desconformidade com a legislação vigente, com o agravante de estarem submetidos à situação de maus tratos (sem alimentação, água e ambiente sujo).

Diante dos fatos, foram elaborados os respectivos Autos de Infração Ambiental que totalizaram o valor de R$ 10.500,00 por violação dos artigos 25 e 29 da Resolução SIMA 005/21, sem prejuízo da apuração da responsabilidade penal nos termos da Lei Federal 9605/98 e com relação às aves coube a reintrodução na natureza.

ÁGIL DPVAT