Polícia Militar Ambiental resgata aves silvestres em cativeiro e aplica multa de R$ 9,9 mil em Conchal, SP

A ação foi pelo Jardim Esperança I

Na tarde de segunda-feira (22), os policiais ambientais cabo Cunha e soldado Colombo, foram até o município de Conchal (SP), para verificarem uma denúncia e acabaram constatando durante o atendimento, a existência de quinze aves da fauna nativa brasileira, em uma residência pelo Jardim Esperança I.

Foram apreendidos sete coleirinho (sporophila caerulescens), três trinca-ferro-verdadeiros (saltator similis), dois cardeais (paroaria), doi tico-tico (zonotroichia capensis) e um sabiá pardo (turdus amaurochalinus), mantidas em cativeiro sem autorização de órgão ambiental competente, sendo os cardeais provenientes da região nordeste.

Diante dos fatos, foram elaborados os respectivos Autos de Infração Ambiental, totalizando R$ 9.900,00, por violação dos artigos 25 e 26 (“Introdução de espécies não pertencentes ao Estado de SP”) ambos da Resolução SIMA 005/21, sem prejuízo da apuração da responsabilidades penal nos termos da Lei Federal 9605/98.

ÁGIL DPVAT

clique na imagem e saiba mais

Com relação às aves foram reintroduzidas na natureza, com exceção dos dois cardeais, que ficaram depositados com o autor direto dada a indisponibilidade de vagas para a destinação.