Polícia Militar Ambiental resgata periquitão-maracanã que estava sendo mantido em cativeiro na cidade de Itapira, SP

A ave estava com as asas cortadas, configurando cenário de maus-tratos.

Na tarde desta terça-feira (2), a Polícia Militar Ambental recebeu uma denúncia, informando sobre pássaros silvestres em cativeiro, em uma residência pela cidade de Itapira (SP).

Imediatamente os policiais ambientais cabo Peluque e soldado Belchior, foram até o Jardim Rachel, bairro residencial, onde constataram que um periquitão-maracanã (Psittacara leucophthalmus), estava sendo mantido de forma irregular em cativeiro.

Além disso, a ave estava com as asas cortadas, configurando cenário de maus-tratos. Diante dos fatos, a equipe lavrou um Auto de Infração Ambiental no valor de R$ 3.500,00 (três mil e quinhentos reais), com base no artigo 25°, parágrafo 3º, inciso “III” e artigo 29º da Resolução SMA-048/14.

clique na imagem e saiba mais

Com relação a ave, ela ficou depositada na sede do 1º Pelotão de Polícia Militar Ambiental, e amanhã será destinada ao hospital veterinário da UniPinhal para reabilitação.

ÁGIL DPVAT