Polícia Militar descobre esquema de venda de históricos escolares pelo WhatsApp

Certificados de curso, incluindo do Senai, formulários de autoescolas e um certificado de reciclagem de Detran também foram encontrados.

Policiais militares do 11º Batalhão, com sede em Jundiaí (SP), fizeram uma importante descoberta em Itupeva (SP), prendendo um homem responsável por um esquema de venda de históricos escolares pelo aplicativo de internet WhatsApp.

Certificados de curso, incluindo do Senai, formulários de autoescolas e um certificado de reciclagem de Detran também foram encontrados com o homem, que estava na garupa de uma moto e foi detido quando tentava entregar um histórico escolar vendido a uma mulher por R$ 300.

De acordo com o tenente Iuri, da equipe do capitão Augusto José Martinelli, o condutor da moto não portava objetos ilegais e foi abordado, junto com o garupa, por dois patrulheiros (cabo Souza e soldado Gabriel) na rua João Carlos Santana, logo depois de levantarem suspeita na avenida Emílio Chechinato.

clique na imagem e saiba mais

Com apoio de outras equipes (tenente Marcelo e soldados Gonçalves e Bruno Dias; soldados Evandro e Bernardelli), os documentos foram analisados e, principalmente nos históricos, falhas de digitação e formatação foram encontradas.

Questionado, o garupa decidiu confessar que vendia tais históricos e que um deles seria entregue naquele momento a uma mulher, com a qual os militares conversaram em seguida. Ela também confessou que havia feito o pedido pelo WhatsApp, por indicação de uma amiga, tratando diretamente com o acusado, para quem pagaria R$ 300 após receber o documento falsificado.

Iuri explicou que o caso foi apresentado na delegacia local, onde o homem foi autuado em flagrante. Mais do que isso, a prisão vai permitir uma investigação mais detalhada sobre esse esquema de venda de históricos escolares falsificados e de certificados de cursos, que podem ter sido adquiridos por diversas pessoas que os utilizaram para obter vagas em instituições de ensino de maneira fraudulenta.