Polícia Militar prende criminoso em Nazaré, após roubo de carga de caminhão avaliada em mais de 1 milhão

Os Policiais Militares da 3ª CIA do 34º BPM/I, Sargento Sandro, Cabo Denys e Cabo Luiz, prenderam no final da noite deste sábado (24), na altura do quilômetro 50 da Rodovia D. Pedro, em Nazaré Paulista, um criminoso que havia roubado a carga de um caminhão em Jacareí.


O motorista realizava o transporte de uma carga de produtos eletrônicos avaliada em R$ 1,1 milhão, quando criminosos atiraram contra o caminhão e o veículo que fazia a escolta. Após o motorista ser rendido, a quadrilha colocou a carga em um caminhão Renault e enquanto um criminoso fugiu com os produtos roubados, o restante da quadrilha fez reféns o motorista, dois seguranças que faziam a escolta e uma pessoa que passava no local.

A empresa que monitorava a carga do caminhão, viu que houve desvio da rota original e acionou a Polícia Militar, informando que a mesma estava seguindo pela Rodovia Dom Pedro, nas proximidades de Nazaré Paulista. Assim que os Policiais Militares foram informados pelo COPOM, seguiram para a rodovia e avistaram um caminhão Renault trafegando nas proximidades do local informado pela empresa de monitoramento. Houve um breve acompanhamento e o caminhão foi abordado.

clique na imagem e saiba mais

O criminoso foi pego de surpresa e caiu em contradições ao explicar quem era o proprietário do caminhão. Os policiais realizaram a revista veicular e encontraram a carga com 261 unidades de produtos eletrônicos que havia sido roubada, quatro placas de colete balístico e bloqueador de sinal de rastreador (capetinha).


Preso, o homem de 28 anos, morador na cidade de Guarulhos e com passagens policiais, foi encaminhado ao Plantão Policial de Atibaia e teve a prisão ratificada por roubo pelo Delegado de Polícia, Dr. Elton Costa.
Logo após o criminoso ter sido preso, os comparsas libertaram os reféns na cidade de Bragança Paulista. A carga foi recuperada, o caminhão apreendido e o homem após ter sido autuado, permaneceu à disposição da Justiça.