Polícia Militar prende motorista depois de quase 50 quilômetros de perseguição após fuga de abordagem em SP

Veículo foi parado em Itaju com os pneus furados por tiros e depois que um caminhão foi colocado atravessado na pista. 

As polícias Militar e Rodoviária de Jaú (SP) se envolveram na perseguição ao motorista de uma caminhonete por quase 50 quilômetros depois que o homem fugiu de uma abordagem nesta segunda-feira (27), na Rodovia Leônidas Pacheco Ferreira (SP-304), em Jaú (SP).

A perseguição contou com o apoio do helicóptero Águia, da base de Bauru. Segundo a corporação, o motorista só parou depois que os pneus da caminhonete foram furados com tiros.

clique na imagem e saiba mais

Ainda de acordo com a polícia, a equipe estava em patrulhamento quando desconfiou de uma carreta e de duas caminhonetes que estavam paradas no acostamento. No entanto, ao se aproximar para fazer a abordagem, o motorista de uma das caminhonetes iniciou a fuga.

Os policiais acompanharam o veículo por várias cidades, com monitoramento do Águia, e chegaram a disparar algumas vezes nos pneus enquanto o motorista furava os bloqueios policiais. A caminhonete só parou na cidade de Itaju depois que um caminhão foi colocado atravessado na pista. 

Nesta altura, segundo a polícia, todos os pneus do veículo estavam furados porque foram atingidos pelos tiros. Os PMs não encontraram nada de ilícito com o condutor, mas a CNH dele estava vencida.

Segundo a polícia, há suspeita de que ele tenha jogado uma sacola pela janela durante a perseguição. A caminhonete foi apreendida e o motorista será investigado por direção perigosa.

Os outros dois veículos que estavam no acostamento também foram abordados pela polícia no pátio de um posto, mas nada de ilícito foi localizado.