Polícia Militar realiza flagrante de tráfico de drogas e abandono de bebê após denúncia em Leme, SP

 

Na noite de domingo (3) policiais militares de Leme (SP), durante patrulhamento pela Avenida José Moreira de Queiroz após atendimento de ocorrência, avistaram um veículo Fiat/Palio de cor branca, ocupado por um casal.

De acordo com informações da corporação, já havia denúncia que o casal estaria na prática de transporte e guarda de entorpecentes, e encarregado do abastecimento das biqueiras da rua do sesquecentenário, local já conhecido como ponto de vendas de entorpecente.

Realizada a abordagem do veículo, onde nada de ilícito foi encontrado em poder dos ocupantes, bem como durante a revista veicular porém, a ocupante do sexo feminino, passou a demonstrar um comportamento de nervosismo e ao ser indagada, informou que havia deixado em sua residência, um bebê (criança) de um ano e meio sozinho.

Diante de tal informação, bem como da denúncia passada anteriormente a equipe da prática de tráfico, os policiais se deslocaram com o condutor até a residência com o intuito de averiguar o abandono de incapaz, bem como se havia algo referente a tal denúncia.

No local, ao entrarem na residência, os PMs constataram realmente que a criança encontrava-se sozinha, e ao ser verificado na lavanderia, dentro de uma churrasqueira, lograram êxito em localizar vários envólucros plásticos, contendo em seu interior 146 unidades de ependorfes de cocaína (185 gramas).

Indagado, o homem informou que dentro de um balde haviam mais entorpecentes, sendo localizado dentro deste, uma balança de precisão, apetrechos para embalagem, 210 porções prontas para venda de maconha (235 gramas), 15 tabletes maiores demaconha (500 gramas) totalizando quase um kilo de entorpecentes, além de R$ 30,oo reais em espécie.

O indivíduo informou também, que estava guardando, e abastecendo a biqueira pela rua do sesquecentenário, e ganhava por semana R$300,00. A mulher relatou não saber a existência do entorpecente, e que havia deixado a criança sozinha, para ir junto com homem, buscar um refrigerante.

Diante do fato, foi dada vózs de prisão em flagrante em ambos pela traficância do entorpecente, bem como, pelo abandono de incapaz, sendo acionado o Conselho Tutelar, onde compareceu o conselheiro Carlos Cerbi, que deixou a criança sobre guarda da avó, mediante termo de compromisso do ECA – Estatuto da Criança e do Adolescente.

Os indiciados após passarem por exame de corpo de delito, foram conduzidos até o plantão polícia onde, após tomar ciência dos fatos, a autoridade de plantão Dr. ÍCARO JOSÉ RIBEIRO GOMES, Elaborou o BOPC, liberando a indiciada e recolheu o indiciado para a cadeia pública de Pirassununga (SP), permanecendo à disposição da Justiça. Participaram da ocorrência os policiais militares cabo André Godoi e soldado Alex, com apoio dos PMs sargento Silva, cabo Matheus, cabo Regian e soldado Tischer.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT