Polícia Militar realiza treinamento com a Força Tática e ROCAM em Araras, SP

Atividade faz parte do cronograma de ações para aperfeiçoamento dos policiais da cidade.

A terça-feira (29) foi marcada por um intenso treinamento das equipes de Força Tática e ROCAM – Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas, do município de Araras (SP), que fazem parte da 2ª Companhia do 36º Batalhão de Polícia Militar do Interior (BPM/I), comandada pelo capitão Anversa.

clique na imagem e saiba mais

Atividade faz parte do cronograma de ações para aperfeiçoamento dos policiais da cidade, e foi executada com 13 policiais militares. Ao término do treinamento, os policiais militares cabo Pires, cabo Belucci, cabo Barros e soldado Gallo que receberam seus braçais.

INFORMAÇÃO SOBRE OS BRAÇAIS PM

Gladiadores que lutavam sem temor empunhavam escudo em uma das mãos e espada ou lança na outra, porém alguns bravos guerreiros destemidos passaram a empunhar pequenos escudos encaixado em um dos braços para poder empunhar a lança e espada em ambas as mãos, afim de atingir um maior número de oponentes, esses pequenos escudos valorizado por ser a única proteção, passaram a ser chamado de braçal pelos gladiadores. E até hoje somente os melhores ostentam o braçal e da a ele o seu devido valor.

Mais do que um adereço ou uma peça de fardamento qualquer, o BRAÇAL DE ROTA, ROCAM, FORCA TÁTICA e de BAEP trás consigo um valor e um significado imenso. Um policial militar que tem o direito de ostentar esse Braçal passou por duras e diversas provações que o tornaram digno de tal honraria. Esse militar que conquista o BRAÇAL conquista junto a confiança de homens bravos, conquista o respeito de todos seus irmãos de farda e passa a estar inserido num seleto grupo de profissionais que colocam seu Batalhão e seu Ideal acima de tudo! Abaixo apenas de Deus!

Esse BRAÇAL não é simplesmente um pedaço de couro preto com letras douradas, NÃO! Esse Braçal é honra, dignidade, coragem, resiliência, tino, comprometimento, patriotismo, heroísmo, doação, suor, sangue, lágrimas. Esse Braçal são horas de sono, de descanso, de lazer com a família doadas para a CAUSA PÚBLICA.

Senhores, quando verem um policial militar ostentando esse Braçal. Saiba que ele é DIFERENCIADO. Não melhor e nem pior, mas diferente. Deus abençoe os braçais nas suas mais diversas modalidades. E ladrão, muito respeito por que homens de honra sustentam este idealismo. Vivi quase duas décadas sustentando e cuidando dos meus, o recado será sempre dado. Por cap Wágner Guimarães

Força Tática

Força Tática, por sua vez, é a denominação que recebe a fração de força de patrulha reforçada, treinada para ações táticas de polícia ostensiva e de preservação da ordem pública, tais como: a prevenção setorizada, com intensificação ou saturação localizada de policiamento, repressão ao crime organizado ou em locais com alto índice de crimes violentos, ocorrências de vulto, eventos de importância, controle de tumultos e ações para restauração da ordem pública de maior magnitude. Realiza o patrulhamento tático motorizado, executado com viatura de maior porte e com reforço de armamento e equipamento, empregado segundo as normas em vigor, isoladamente ou em conjunto, e coordenado com os demais programas do policiamento ostensivo.

ROCAM

A ROCAM tem como missão apoiar as unidades Policiais Militares de área nas atividades de policiamentos ostensivo, principalmente nos pontos onde há maior índice de criminalidade, além de atividades de Operações de Polícia Militar de Choque e escoltas motorizadas.