Polícia Militar resgata animais em situação de maus-tratos no litoral de SP

Caso foi registrado em Cananeia e animais foram encaminhados para uma ONG.

A Polícia Militar Ambiental resgatou, nesta sexta-feira (4), diversos cães e gatos em situação de maus-tratos em Cananeia, no litoral de São Paulo. Um cachorro foi encontrado morto no local. Segundo a polícia, o tutor dos animais foi multado em mais de R$ 40 mil. A ação teve apoio da Vigilância Sanitária Municipal.

De acordo com a PM, a operação foi realizada em atendimento a uma decisão judicial, que determinou que a prefeitura realizasse a retirada de lixo, objetos e animais que estivessem fora e no interior da casa de um idoso. A Vigilância Sanitária Municipal e Polícia Militar Ambiental foram, então, até a residência.

clique na imagem e saiba mais

Segundo divulgado pela PM, a decisão judicial foi expedida após denúncia recebida sobre a situação precária em que viviam os animais. No local, foram localizados 11 gatos, confinados dentro de um cômodo pequeno, sem iluminação e com fezes espalhadas. Conforme a polícia, os animais encontravam-se bastante estressados e em condições de maus-tratos.

Também havia seis cachorros em condições regulares, um em situação de maus-tratos e um cão morto, aparentando inanição, com ferimentos pelo corpo, em local insalubre, sem higiene, alimentação ou água, de acordo com a PM.

O responsável pelos animais foi autuado em R$ 42.000. Já os animais foram apreendidos e destinados à ONG Gaari, do município de Iguape, cidade também do Vale do Ribeira, onde permanecerão sob os cuidados veterinários.

A ocorrência foi apresentada na Delegacia Sede de Cananeia, onde o caso foi registrado como maus-tratos.