Policiais militares feridos durante prisão de ladrão de carros em SP estão bem

Familiares e populares ao presenciarem a ação policial, começaram a ir pra cima das equipes com pedradas.

Nossa reportagem acaba de recebe informações, que os dois policiais militares que foram feridos durante a prisão de um ladrão de carros em São Paulo (SP), estão bem. Segundo informado, o soldado Goulart chegou a tomar 10 pontos na cabeça, mas não houve dano interno. 

Sobre a ocorrência

Na noite de sábado (24), os policiais militares soldado Batista e soldado Siqueira, estavam em ponto de estacionamento por Brasilândia, distrito de São Paulo (SP), quando visualizaram um veículo em alta velocidade pela rua Manuel Aquilino dos Santos, sendo iniciado acompanhamento para realizar abordagem.

Os policiais militares soldado Borges, soldado Davi Lima e soldado Goulart, estavam próximos do local, e ao avistarem o veículo e viatura subindo a via se deslocoram para o apoio, quando veículo adentrou uma travessa da via.

As equipes desembarcaram e efetuando conduta de patrulha adentraram área, momento em que o COPOM irradiou um veículo produto de roubo pela área da Cia e que vítima estaria pela rua Julião Ferreira. Os policiais avançaram pelo local avistando o veículo parado no fim da via, momento em que o indivíduo posteriormente identificado como Lucas desceu do carro indo em direção a casa de familiares.

Realizada abordagem ao indivíduo, a equipe que estava com a vítima no local dos fatos, enviou aos policiais que estavam na abordagem foto do documento do autor do roubo que ao liberar a vítima pelo local deixou cair sua carteira, sendo assim identificado pelos policiais.

Ao dar voz de prisão em flsagrante a Lucas, o mesmo ficou nervoso oferecendo resistência ativa, sendo necessário uso progressivo da força para quebrar a resistência do indivíduo. O pai do abordado, ao vizualizar o filho sendo detido, interviu na ação tentando tomar a arma do soldado Goulart, indo pra cima dos policiais, sendo necessário mais uma vez o uso progressivo da força para contê-lo.

Familiares e populares ao presenciarem a ação policial, começaram a ir pra cima das equipes com pedradas. Ao deslocar com Lucas algemado até a viatura, policiais receberam disparos de arma de fogo vindo de cima de uma lage. De imediato o soldado Goulart revidou a injusta agressão com 4 disparos, posterior mais 1 disparos tendo em vista mais disparos vindo da laje.

Neste momento diversas equipes, chegaram ao local conseguindo conter os populares e a família, conduzindo o autor do crime ao 72º Distrito Policial, onde o delegado de plantão, Dr. Adriano Ferreira ratificou a voz de prisão em flagrante delito. Os dois policiais feridos na região da cabeça, por tijolos, foram socorridos ao Pronto Socorro Cachoeirinha.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT