Preços de tomate, leite, cenoura, óleo e batata sobem até 26% em abril, aponta IPCA-15

Gastos das famílias brasileiras com alimentação e bebidas cresceram acima da inflação de novo em abril; preços dos combustíveis também aumentaram.

Os gastos das famílias com alimentação e bebidas cresceram acima da inflação de novo em abril, aponta o IPCA-15 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15) divulgado nesta quarta-feira (27).

A alta de preços do grupo alimentação e bebidas passou de 1,95% em março para 2,25% em abril e o de alimentação no domicílio acelerou de 2,51% para 3,00%, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

O grupo alimentação e bebidas foi responsável por 0,47 ponto porcentual do IPCA-15 deste mês, que subiu 1,73% — a maior variação mensal desde fevereiro de 2003 (2,19%) e a maior alta para abril desde 1995 (1,95%). Em março, o índice subiu 0,95%, também abaixo da inflação do grupo alimentos e bebidas.

Leia também:

 

Os destaques negativos de abril foram as altas expressivas nos preços do tomate (26,17%) e do leite longa vida (12,21%), que contribuíram com 0,16 ponto porcentual do IPCA-15 do mês. Também houve altas expressivas no preço da cenoura (15,02%), do óleo de soja (11,47%), da batata-inglesa (9,86%) e do pão francês (4,36%).

A gasolina subiu 7,51% no mês e contribuiu individualmente com o maior impacto individual no índice (0,48 ponto percentual). Também aumentaram os preços do óleo diesel (13,11%), do etanol (6,60%) e do gás veicular (2,28%).

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP