Prefeitura Municipal adia retorno das aulas presenciais na rede municipal para 15 de fevereiro em Limeira, SP

Previsão era que retorno presencial ocorresse na próxima segunda-feira (8). Ano letivo começa no dia planejado, mas com aulas remotas, segundo a administração.

O retorno das aulas presenciais na rede municipal de Limeira (SP) foi adiado por uma semana. A previsão era que os alunos retornassem às escolas em 8 de fevereiro, mas agora a data é 15 de fevereiro.

A decisão foi discutida pelo Grupo Técnico de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus na última segunda-feira (1º). “A mudança permitirá que a secretaria possa detalhar todo o planejamento sanitário que fará parte da nova rotina de diretores, professores, alunos e seus responsáveis”, informou a prefeitura.

Ainda de acordo com a administração, se houver alterações “significativas” nos cenários epidemiológico e escolar, novas medidas restritivas poderão ser adotadas.

clique na imagem e saiba mais

Mesmo sem o retorno presencial, os alunos voltam às aulas remotas no dia 8, data já prevista no calendário escolar. Na primeira semana de aula, os estudantes vão participar de atividades que envolvem apresentação dos docentes e da turma, socialização e ludicidade.

O retorno das aulas ocorre para os estudantes da educação infantil, do ensino fundamental e da educação de jovens e adultos (EJA). O atendimento pedagógico terá um modelo híbrido, com ações presenciais e atividades à distância.

A exceção é apenas para as crianças de 0 a 3 anos do berçário 1 e 2 e do maternal 1 que, durante o mês de fevereiro, receberão somente atendimento remoto, desenvolvido por meio da distribuição de kits pedagógicos e de estudos dirigidos.

Um decreto assinado pelo prefeito de Limeira, Mario Botion (PSD), publicado na edição de 23 de janeiro do Jornal Oficial do Município, determina que a retomada presencial seja opcional para os estudantes, tanto na rede estadual quanto na municipal.

Trimestres

Pelo calendário, o ano letivo começa dia 8 de fevereiro e será organizado por trimestres. Para a educação infantil e ensino fundamental, o primeiro trimestre será de 8 de fevereiro a 30 de abril; o segundo, de 4 de maio a 30 de agosto; e o terceiro, de 1º de setembro a 22 de dezembro.

Já para a educação de jovens e adultos (EJA), serão dois períodos: de 8 de fevereiro a 1º de julho e de 5 de julho a 22 de dezembro.

O documento também define que o calendário deve ser analisado e complementado de acordo com as especificidades de cada unidade. Essa complementação deverá seguir o início e o fim do ano letivo, atender a realização de atividades de formação e planejamento, avaliações de aprendizagem e as reuniões pedagógicas e de conselho para cada nível de escolaridade.

Por conta da pandemia, o calendário da rede municipal também prevê atividades escolares não presenciais, “desde que a aprendizagem dos conteúdos curriculares seja assegurada, sempre com a orientação dos professores”, segundo a prefeitura.

ÁGIL DPVAT