Prefeitura Municipal disponibilizará auxílio para comerciantes em Cordeirópolis, SP

Plano econômico visa colaborar com os comerciantes atingidos com as restrições durante a pandemia.

Para ajudar os setores que mais sofreram com as restrições de funcionamento, impostas pelo governo do Estado de São Paulo, a Prefeitura Municipal de Cordeirópolis (SP) vai destinar R$1 milhão de recursos próprios, para proporcionar o auxílio aos comerciantes da cidade.

A proposta foi anunciada pelo prefeito, Adinan Ortolan por meio de um pronunciamento nas redes sociais na última sexta-feira (12). O chefe do Executivo explica que este plano econômico está em fase de elaboração, mas em breve será enviado à Câmara Municipal para ser aprovado. Depois disso, os profissionais terão um prazo de 15 dias para se cadastrar, e a previsão do pagamento é para a segunda quinzena do mês de abril.

O administrador municipal também ressalta que o objetivo principal desse projeto é de ajudar os trabalhadores, ditos como comerciantes liberais, que têm a sua profissão regulamentada como micro empresários ou micro empreendedor individual, e que não puderam funcionar durante um certo período devido às medidas restritivas. “Após o período de cadastros, a divisão do auxílio será feita levando em conta o tamanho do estabelecimento, o número de funcionários e o segmento em que atua. Cada comerciante deverá receber em média, entre R$1 mil e R$5 mil em uma única parcela”, disse Ortolan.

Comerciante consciente:

No entanto, os profissionais que receberem o auxílio devem seguir à risca as recomendações da vigilância sanitária, controlando o fluxo de pessoas em seu estabelecimento, exigindo o uso de máscara e disponibilizando álcool em gel.

Importante: caso o estabelecimento NÃO cumpra com essas normas, ele deverá devolver o dinheiro do auxílio à Prefeitura Municipal, além de correr o risco de receber multas da vigilância sanitária.

Por outro lado, quem seguir todas as recomendações poderá usufruir do auxílio integralmente, sem que seja necessário devolver o valor. A iniciativa está sendo estudada por prefeitos de outras cidades da região.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT