Prefeitura Municipal lança novo Distrito Industrial VI em Araras, SP

Escritura foi entregue pela empresa Tecpac ao Executivo Municipal, nesta quinta-feira (18); terreno possui uma área de 141 mil m².

A Prefeitura Municipal de Araras (SP) recebeu a escritura do Distrito Industrial VI, que vai abrigar as sedes de novas empresas que pretendem instalar suas plantas em Araras. O documento foi entregue pela empresa Tecpac Empreendimentos Imobiliários SPE Ltda nesta quinta-feira (18), no Paço Municipal.

Com uma área de 141 mil m², o terreno está localizado em um ponto estratégico no entroncamento das rodovias Anhanguera (SP-330) e Wilson Finardi (SP-191) – início do trecho Araras/Rio Claro. “O objetivo do Distrito é, principalmente, o desenvolvimento de um polo tecnológico em Araras, que vai gerar novos empregos para a população. Além disso, com a vinda de novas empresas, a Prefeitura de Araras também vai melhorar sua arrecadação. Ou seja, esse Distrito vai gerar o que mais precisamos: emprego e renda. Sonhei muito com esse momento, foi um trabalho que iniciamos em 2017 e hoje se torna realidade”, ressaltou Pedrinho.

Além de abrigar empresas, o projeto do Distrito prevê a criação de um Parque Tecnológico, local destinado para o desenvolvimento do conhecimento científico, por meio de parcerias com universidades e outras empresas.

A iniciativa visa melhorar o desenvolvimento dos produtos que são fabricados na cidade.  “Estamos criando ao mesmo tempo, um Distrito Industrial e um parque que vai dar condições para todas as empresas da cidade, de um suporte que ofereça a possibilidade de melhorar o que a indústria local produz”, explicou o prefeito.

Participaram da entrega da escritura o diretor da Tecpac Empreendimentos Imobiliários, Roberto Martins, a vice-prefeita de Araras, Anete Monteiro dos Santos Casagrande e os secretários municipais, Felipe Beloto (Planejamento, Gestão e Mobilidade) e Leonardo Dias (Desenvolvimento Econômico).

O diretor da Tecpac, Roberto, agradeceu a agilidade na regularização processo. “Me lembro que no dia 5 ou 6 de janeiro, Pedrinho, que tinha acabado de assumir a Prefeitura, mandou me chamar para entender em que pé estava a situação do Distrito Industrial e da área do Parque Ecológico, que foi regularizada no acordo. Com prioridade e rapidez, em menos de 90 dias, toda as questões documentais foram resolvidas, assim como o projeto para que o Distrito saia do papel com a mesma rapidez”.

A destinação da área foi acordada no Decreto Municipal 6.393, de maio de 2018, e publicada no Diário Oficial Eletrônico na mesma ocasião. As tratativas foram iniciadas no ano de 2017, por iniciativa da gestão Pedrinho Eliseu.

Potencial de investimentos

Com a chegada do novo distrito industrial, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico informa que já existem várias empresas interessadas em se instalar na cidade e desenvolver suas atividades. “Estamos trabalhando no sentido de proporcionar condições para que empresários de fora e da cidade invistam e desenvolvam seus negócios aqui, gerando postos de trabalho e renda””, comentou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Leonardo Dias.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT