Prefeitura Municipal prepara criação do “Tele-Covid” na tentativa de reduzir aglomerações nas tendas dos hospitais em Araras, SP

Ampliação de leitos de UTI e enfermaria, criação de leitos semi-intensivos e de um comitê para enfrentamento do vírus serão as principais ações.

A Prefeitura Municipal de Araras (SP), por meio de uma Live (transmissão ao vivo pela internet) realizada nesta sexta-feira (8), com as participações do prefeito Pedrinho Eliseu e do secretário Municipal de Saúde, Agnaldo Piscopo, apresentou medidas para combater a pandemia da covid-19 (Sars-Cov-2) na cidade.

 Entre as principais ações apresentadas estão ampliações de leitos de UTI credenciados pelo SUS (Sistema Único de Saúde), de cinco para 15, de enfermaria, de 10 para 22, criação de cinco leitos semi-intensivos e também um comitê de enfrentamento ao vírus.

“Nos últimos 15 dias, o número de internações em enfermaria e UTI na Santa Casa de Araras e do Hospital da Unimed aumentou mais de 300%, assim o número de mortes neste período. Em decorrência das festas de fim de ano, temos uma perspectiva de piora nos próximos dias, com risco de colapso da estrutura de saúde por falta de leitos e falta de profissionais de saúde. Por esses motivos, que estamos apresentando essas medidas à população”, comentou o secretário de Saúde.

clique na imagem e saiba mais

Para o prefeito Pedrinho Eliseu, o momento é de preocupação e cuidado para com a população. “Faremos de tudo o que for possível para que o nosso povo não sofra tanto por causa desta doença. Não será uma missão fácil, o momento é extremamente delicado, mas vamos enfrentá-la com muito trabalho e esforço”, acrescentou o chefe do Executivo.

Outras medidas

Além das medidas apesentadas, há outras ações importantes estão sendo preparadas para combater o novo coronavírus. Uma delas é auxiliar a Santa Casa com profissionais da Secretaria Municipal de Saúde, em caso de colapso da mão de obra, por meio de decretos ou portarias.

Criação do Centro de Testagem em uma unidade exclusiva para suspeitos, com resultado enviado por mensagem no celular. Criação do “Tele-Covid”, número de celular e aplicativo Whatsapp, onde médicos e enfermeiros vão atender os pacientes suspeitos e positivos, na tentativa de reduzir aglomerações nas tendas dos hospitais. A ferramenta também será utilizada para aconselhamento médico.  

Também está entre as medidas, intensificar o cumprimento das normas sanitárias, fiscalizar e combater aglomerações em locais públicos, bares e festas clandestinas por meio da vigilância sanitária, fiscalização urbana e Guarda Civil Municipal.

Outra medida, é a aquisição e manutenção do parque de frio (geladeiras para a conservação de vacinas), além da logística para início da vacinação. Todas as ações anunciadas nesta sexta-feira estão tramitando em caráter emergencial para serem implementadas o mais rápido possível.