Presidente Bolsonaro desmente GloboNews

Anúncio
Clique na imagem. Link direto para Whatsapp


Presidente compartilhou nas redes sócias indignação com o jornalismo do GloboNews

Bolsonaro compartilhou na noite desta terça-feira (12), em seu Twitter, um post indignado com o jornalismo do GloboNews referente aos ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), que suspendeu as duas ações penais que tramitavam na Corte contra o presidente Jair Bolsonaro, por apologia ao estupro e por injúria. A decisão é desta segunda-feira (11).

As duas ações se referem a um episódio, ocorrido em 2014, entre Bolsonaro e a deputada Maria do Rosário (PT-RS). O presidente, à época deputado, afirmou na Câmara e em entrevista ao jornal “Zero Hora” que a deputada não merecia ser estuprada, porque ele a considerava “muito feia” e porque ela “não faz” seu “tipo”.

Na decisão de suspender as ações, Fux citou o dispositivo da Constituição que prevê que o Presidente da República, no exercício do mandato, não pode ser processado por atos alheios à atuação na Presidência. As ações podem ser retomadas quando terminar o mandato.