Professor e escritor ararense Wenilton Daltro, faz um desabafo nas redes sociais

“CIDADE DAS ÁRVORES”, PARA INGLÊS VER…

O Professor/Escritor e Historiador Wenilton Daltro, é pessoa particularmente “discreta e simples”, e um amante da Cidade de Araras (SP), assim como eu e você que está lendo este texto agora. Neste final de semana, uma publicação no facebook, chamou a atenção. Em tom de desabafo, ele escreveu o seguinte:

“Temos as famosas e concorridas festas anuais no interior paulista, como a Festa das Flores, em Holambra, a do Morango em Atibaia e Monte Alegre do Sul, a do Figo em Valinhos, a da Uva em Jundiaí, a da Cerejeira em Itapetininga, a do Quitute em Ribeirão Preto etc., mas não temos a Festas das Árvores em Araras! Você acredita?!…

Na verdade, a cidade não é digna desse batismo há muito! E quantas cidades não dariam tudo para ter um privilégio desses: a de ser a primeira cidade da América do Sul a comemorar a árvore e ter uma big festa anual à altura do grande feito, uma festa com data em calendário que trouxesse gente de todo esse Brasil para apreciá-la!

Mas não: fazemos festa do peão, da mandioca, do café com chocolate, o escambau, mas Festa das Árvores, néca!

Pensando bem, há uma certa monocultura onipresente nesta cidade, que me leva a pensar que é melhor esquecer de uma vez essa crônica hipocrisia de “festa das árvores”, e criarmos logo a Festa da Cana! Sim uma festa para louvar o que Araras mais tem de numeroso: a cana-de-açúcar! Já pensou numa festa regada à garapa e pastel, rolete de cana, melado, rapadura , aguardente, móveis feitos de conglomerado de bagaço?! Muito original, não?!… Pois é o que Araras tem para oferecer!….

E chega que, mesmo na condição de formador de opinião, eu já estou um bagaço de tanto escrever sobre isso e nunca ser ouvido!…”

Mais informações sobre a vida profissional de Wenilton Daltro acesse seu Linkedin

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP